20 de abril de 2012

Artigo recomendado: Segurança do paciente em cirurgia oncológica: experiência do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo

Regiane Cristina Rossi Vendramini, Elaine Aparecida da Silva, Karine Azevedo São Leão Ferreira, João Francisco Possari, Wânia Regina Mollo Baia

Rev Esc Enferm USP 2010; 44(3):827-32

A preocupação com a segurança do paciente em centro cirúrgico (CC) tem sido crescente, devido à elevada frequência de erros e eventos adversos, que muitas vezes poderiam ser prevenidos. A Joint Commission on Accreditation of Healthcare Organizations (JCAHO) propôs o Protocolo Universal (PU) para a prevenção do lado, procedimento e paciente errado.

No Brasil foram poucas as instituições que o implantaram, sendo necessária a divulgação e avaliação da sua efetividade. O objetivo foi relatar a experiência do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) na implantação do PU-JCAHO. O protocolo inclui três etapas: verificação préoperatória, marcação do sitio cirúrgico (lateralidade) e TIME OUT. O CC do ICESP está em funcionamento desde novembro de 2008. O PU-JCAHO é aplicado integralmente a todas as cirurgias. Até junho de 2009 foram realizadas 1019 cirurgias, sem registro de erro ou evento adverso. A implantação do PU-JCAHO é simples, sendo ferramenta útil para prevenir erros e eventos adversos em CC.

Caso queira, deixe seu e-mail nos comentários abaixo desta postagem ou solicite pelo e-mail anestesiasegura@sma.com.br e lhe enviaremos o artigo completo.

Nenhum comentário:

Pesquisar neste blog

Ocorreu um erro neste gadget